O papel do Estágio Supervisionado na formação dos Licenciados em Ciências Naturais na modalidade EAD.

No desenvolver do curso de Licenciatura em Ciências Naturais na modalidade ensino a distância, as disciplinas de Estágio Curricular Supervisionado I, II, III e IV configuram-se como atividades obrigatórias, sendo esta uma das condições para o graduando em Ciências Naturais obter a licença para o exercício do magistério.

A nossa legislação educacional conceitua Estágio como:

(…) um tempo de aprendizado que, através de um período de permanência, alguém se demora em algum lugar ou ofício para aprender a prática do mesmo e depois poder exercer uma profissão ou ofício. Assim, o estágio curricular supervisionado supõe uma relação pedagógica entre alguém que já é um profissional reconhecido em um ambiente institucional de trabalho e um aluno estagiário. Por isso é que este momento se chama curricular supervisionado. (Parecer CNE/CP 28/2001:10).

Este ambiente institucional de trabalho, acima referido, restringe-se a escolas integrantes do sistema nacional de educação, quais sejam, das redes de ensino estadual, municipal e particular ( Resolução CNE/CP 01/2002, Art. 13 § 3º), previamente cadastradas pelo Núcleo de Estágios.

Se faz necessário observar que as atividades de Estágio devem estar organizadas de forma que o graduando em Ciências Naturais, na modalidade EAD, possa contemplar as três diferentes modalidades a serem vivenciadas ao longo deste curso, sendo elas: observação, participação e regência, prevendo-se, assim, uma gradação de objetivos, pois os “tempos na escola devem ser diferentes segundo os objetivos de cada momento da formação” (Parecer CNE/CP 09/2001 : 58).

As atividades de Estágio existem para complementar o Plano de Ensino de Disciplinas que compõem a dimensão pedagógica da matriz curricular presente no nosso PPC (Projeto Pedagógico Curso), que estão embasadas nos princípios arrolados no Parecer CNE/CP 9/2001, e nos objetivos gerais do Estágio, definidos pelo Parecer CNE/CP 28/2001: 10, que expressam uma concepção ampla da formação docente, redimensionando-a para além da sala de aula, quais seja:

• Realizar, sob a supervisão de um profissional experiente, que no nosso caso é o tutor e/ou o professor especialista, o processo de ensino – aprendizagem;
• Saber a real situação de trabalho, diretamente em unidades escolares nos sistemas de ensino público, municipal ou privado, criando um campo de experiência, metodologias e conhecimentos que deverá se configurar como articulador teórico-prático e um importante estimulador da inquietação intelectual do nosso aluno;
• Aplicar as competências e conhecimentos exigidos na prática profissional, especialmente quanto à regência, garantindo-se, assim, a transição entre a vida estudantil e a vida profissional;
• Compreender a organização e funcionamento da escola e em sua relação com a comunidade, acompanhando alguns aspectos da vida escolar, que não acontecem de forma igualmente nos semestres, como; a elaboração do projeto pedagógico, a organização das classes, do horário, do espaço físico, realização de matrícula, dentre outros.

Não podemos deixar de relatar que a avaliação do rendimento escolar engloba uma série de fatores importantes para o correto desenvolvimento do mesmo, devemos citar necessários critérios de avaliação das atividades do Estágio:

a) Cumprimento integral das horas previstas nas diferentes Disciplinas, consubstanciadas sob a forma de relatório final;
b) Avaliação, pelo professor tutor, do estágio realizado e participação nas supervisões;
c) Desempenho na Disciplina a qual o estágio está vinculado, cujos fundamentos teóricos subsidiarão o estágio propriamente dito, devendo, dessa forma, ser pensados como unidades articuladas.

Portanto, há uma correlação, para fins de aprovação ou reprovação, entre o desempenho na Disciplina e o desempenho no Estágio propriamente dito.

Todo material do Estágio em EAD (fichas de registro geral, carta de apresentação do aluno à escola concedente do estágio, termo de concessão do estágio, ficha de freqüência do estágio) é preparado semestralmente pelo Tutor responsável pela disciplina Estágio Supervisionado e o Gestor do Pólo mediante prévia inscrição pelo graduando na referida disciplina.

Há que constar que durante todas as etapas do Estágio Curricular deve ser contemplada a oportunidade de articulação entre o momento do saber e o momento do fazer.

“O momento do saber não está separado do momento do fazer, e vice-versa, mas cada qual guarda sua própria dimensão epistemiológica. O aprender a ser professor, dessa forma, é reconhecido como um saber profissional intencionado a uma ação docente nos sistemas de ensino”. (Autor desconhecido)

Sendo assim, os estágios curriculares supervisionados são disciplinas na qual o estagiário deve vivenciar várias práticas e vários modos de ser professor.

Conforme a LDB 9394/96 no seu artigo 13, os profissionais da educação – docentes deverão vivenciar da vida escolar de um modo geral, desde atividades de elaboração de proposta pedagógica da escola, até elaboração e cumprimento de planos de trabalho, seguido de atividades, como zelo pela aprendizagem do aluno, estabelecimento de estratégias de recuperação para alunos de menor rendimento, participação nos períodos de planejamento, avaliação e desenvolvimento profissional e, a colaboração em atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.

Podemos concluir que durante o envolvimento do estagiário com a escola, ao qual irá desenvolver o Estágio Supervisionado, conforme as prerrogativas legais atuais há a tentativa de resgatar tanto o compromisso do futuro profissional de educação com o todo da escola (gestão, planejamento, relação com a comunidade, etc.) e, principalmente, retornar à comunidade o “saber” construído na universidade. Certos que o resgate da interação entre universidade e escola é um processo extremamente importante no desenvolvimento pessoal deste futuro educador para o exercício de sua profissão.

Cristiane de Souza Santana Lima – Professora Especialista – PROEAD

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: